Jogos Vorazes

"Feliz Jogos Vorazes. E que a sorte esteja sempre com você." (Effie)
Imagine viver em uma sociedade que é dividida por distritos e ter que ver adolescentes sendo "ofertados" todos os anos para ir à uma arena onde apenas um sairá vivo? Pois é nesse ambiente que conheci uma das personagens mais fortes e inspiradoras de todos os tempos.

Em Panem temos um governo totalitário que mantém a população sob controle através do medo, eles utilizam arenas onde jovens são obrigados a lutar até a morte na esperança de sobreviver e poder voltar para casa, esse evento anual é chamado de Jogos Vorazes e foram criados depois de uma revolta da população que acabou perdendo e agora paga por essa rebeldia há mais de 74 anos.
Esperança é a única coisa mais forte que o medo. Um pouco de esperança é eficaz, muita esperança é perigoso. Faíscas são boas enquanto são contidas.(Presidente Snow)
Katniss Everdeen se vê obrigada a participar dos jogos e precisa se adaptar a obstáculos mentais e também físicos para conseguir sobreviver não apenas a arena mas também a essa sociedade que assisti aos Jogos como se não fossem pessoas reais morrendo pela diversão de alguns poucos que tem um nível de vida mais elevada.

Panem é dividida em 12 distritos (os operários) e a Capital (onde vivem as pessoas de maior influência e também o próprio presidente). A situação de cada distrito é algo bem destacante e difícil de não perceber, começando pelo 1 que tem mais benefícios e um trabalho mais leve até o distrito 12 onde o trabalho é braçal e a situação da população é precária, onde é comum ver pessoas morrendo de frio e fome. 

E temos a arena em si totalmente ambientada para uma melhor apresentação desse "show" macabro, com dificuldades próprias para os tributos e também testando seus níveis de conhecimento sobre sobrevivência. Os jogos são muito bem produzidos pelo governo e é de extrema importância causar o maior nível de impacto possível sobre os cidadãos dos distritos, para mantê-los sob controle.

Os personagens são muito bem trabalhados e da para sentir todas as emoções da Katniss, desde o medo por entrar para esse jogo doentio quanto a confusão sobre sua relação com seu colega de distrito Peeta. Jennifer Lawrence fez um ótimo trabalho em sua atuação e ver a personagem evoluindo tanto durante o filme e passando por tantas coisas diferentes foi uma das melhores coisas do filme. Até mesmo a arrogância de nossa Catnip é algo apaixonante sobre a personalidade da personagem.

No todo achei uma ótima adaptação do livro da Suzanne Collins e ver toda a ação narrada nas telonas é algo único para aqueles que leram antes de ir conferir o filme - ou até mesmo para aqueles que nem conheciam a história. A história é inspiradora e também comovente, é impossível não parar para refletir sobre nosso próprio mundo e no fundo há um medinho de algum dia chegarmos a ter nosso próprio Jogos Vorazes.

Ficha Técnica

Título original: The Hunger Games
Duração: 2h22min
Diretor: Gary Ross 
Roteiro: adaptado dos livros de Suzanne Collins
Elenco Principal: Jennifer Lawrence (Katniss); Josh Hutcherson (Peeta); Liam Hemsworth (Gale); Woody Harrelson (Haymitch).
Data de Lançamento: 23 de março de 2012

4 comentários:

  1. Oi amore!! Tudo bem? Eu amo essa saga, e estou falando no geral, livros e filmes. Adorei vir aqui e me deparar com uma resenha do filme, essa semana mesmo falei sobre Katniss no blog A Culpa é dos Leitores (http://www.aculpaedosleitores.com.br/2018/03/manas-do-culpa.html).

    Seu blog é lindo, adorei e já estou seguindo ♥
    Beijos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca! Tudo ótimo e espero que você também esteja!
      Já fui la conferir sua postagem sobre a Katniss e amei, ela é realmente é uma personagem inspiradora!

      beijos e obrigada pelo carinho!

      Excluir
  2. Olá, Tielle.
    Eu amo os livros da série e principalmente a Kat. Dos filmes eu gostei, mas achei que quiseram puxar muito para o triangulo amoroso que no livro teve pouso destaque. Mas ficaram muito bons também. Olhe do jeito que vai o nosso mundo não sei não esses livros de distopia. Não tá muito longe de acontecer não.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil!
      Realmente o triângulo amoroso é mais destacado nos filmes mas acho que é mais para um apelo romântico que geralmente as telonas tem o costume de ter. Realmente essas distopias assustam por serem muito possíveis para nosso futuro rs

      bjos

      Excluir

Quem é a Livromaníaca?

Meu nome é Tielle, 27 anos, aquariana com ascendente em Gêmeos, amante dos livros e apaixonada por séries e filmes. Tenho minhas fases e dá para acompanhar minhas mudanças pelos anos que passei escrevendo para esse blog. Se não quiser perder mais nada continue comigo nessa jornada.

Facebook

Caixa de Busca

Facebook

últimas resenhas

Youtube


Categorias

Editoras Parceiras

Destaque

[TAG] 50% de 2019

Vários booktubers já responderam essa tag de meio de ano e fiquei muito animada para trazer ela aqui para o blog também. Essa tag con...

Filmes e Seriados

Newsletter

últimas análises

Instagram

Autores parceiros

Posts Populares

Arquivos

Link-me


Copyright

As postagens e fotos feitas aqui no Livromaníaca são de uso exclusivo desse blog. Caso seja postado alguma foto ou informação que não seja de minha autoria será devidamente sinalizado. Não copie nada sem a permissão da autora, lembrem-se que plágio é crime federal.

Estatisticas do blog

No ar desde: Set/2009
Feito por: Tielle Soares
Melhor visualização: Google Chrome
Tecnologia do Blogger.