[resenha] A Menina Submersa por Caitlín R. Kiernan

Título original: The Drowning Girl: a memoir
Nº de Páginas: 320
Autor: Caitlín R. Kiernan
Editora: Darkside Books

Publicado em: 2014
Nota: 5/5

"Vou escrever uma história de fantasmas agora." ela datilografou."Uma história de fantasmas com uma sereia e um lobo." datilografou outra vez.
adicione no skoob / saiba mais / compre o seu exemplar 

A Menina Submersa foi publicado em 2014 pela editora Darkside Books e ganhou uma edição em capa dura esse ano. O meu exemplar é em brochura, eu adorei essa edição mas também pretendo comprar a de luxo em breve. Sim, vou ter as duas edições. 

Esse é um livro único, com uma história única e uma personagem um tanto que curiosa. Confesso que no inicio da leitura me senti perdida e a leitura ficou um pouco cansativa, já que não estava acostumada com o estilo da escrita da autora, mas para aqueles que sentirem o mesmo aqui vai um conselho: continue a leitura. 

Somos surpreendidos logo no inicio quando descobrimos que a personagem principal vai escrever um livro, portanto acompanhamos um livro dentro de outro livro (meio estranho mas é isso mesmo). E o leitor é surpreendido mais uma vez quando a mesma confessa que não é uma narradora confiável, pois é uma excelente mentirosa, por vezes voltando atrás e corrigindo alguns fatos. Além de tudo isso, também tem o fato de que ela têm problemas de memória, portanto não da para saber se o que leu aconteceu mesmo com ela.
"Pare com a bobagem e conte a história, Imp", datilografou Imp. Eu datilografei. "Conte a história ou não, mas pare de enrolar. Pare de procrastinar. É irritante."
Imp sofre de esquizofrenia desorganizada, assim como sua mãe e sua avó, como uma "maldição das mulheres de sua família". Ela nos conta sua história, voltando ao passado e nos descrevendo como esta no presente. O fato central da narrativa é o encontro dela com uma mulher nua na estrada, é através dai que acrescenta-se o lobo e a sereia na história.

Há um romance entre Imp e outra mulher, um casal lindo que tem altos e baixos. Achei linda a forma com que Abalyn consegue aceitar todos os problemas de sua parceira e estar ao seu lado nos piores momentos. Mas o romance não é o foco do livro, mas traz a sensibilidade e leveza que a narrativa necessitava. As páginas que abordam o casal é como um momento para tomar fôlego no meio de uma história tão tensa.

A intensidade de todas as cenas, a tensão que o leitor fica, sem saber o que é real ou imaginação da personagem, e a narrativa única da autora fazem jus ao elogio de Neil Gaiman: "Poucos escrevem como Caitlín." E também ao merecido prêmio Bram Stoker.

Assim que terminei a leitura sabia que iria necessitar de uma releitura para ter certeza de ter compreendido o livro e também por saudades da Imp. Fazia muito tempo que não acontecia de eu mal terminar a leitura e já querer começar novamente. 

A menina Submersa
Fecunda Ratis



"Mas a pior parte do quadro era uma tira de papel de arroz colada no canto esquerdo inferior da tela. Impressas no papel estavam as palavras "Ninguém nunca vai buscar você". - sobre o quadro Fecunda Ratis

Imp faz algumas descrições de quadros e de histórias que ela presenciou ou que a encantam, como por exemplo A Menina Submersa e também o Fecunda Ratis, além das diversas citações de músicas e autores como Lewis Carrol. Durante a leitura é impossível não pesquisar sobre os mesmos e conseguir assim, se sentir mais próximo da personagem.



Sobre a autora:

Caitlín R. Kiernan (1964) é autora de livros de ficção científica e fantasia dark, e paleontóloga. Escreveu dez romances, dezenas de histórias em quadrinhos e mais de 200 contos e novelas. Entre seus trabalhos, destacam-se os romances Silk (1998), Threshold (2001), ambos vencedores do International Horror Guild Award, e The Red Tree (2009); a série em quadrinhos The Dreaming, spin-off de Sandman, de Neil Gaiman, com quem também escreveu a novelização de Beowulf (2007). A Menina Submersa: Memórias conquistou os Prêmios Bram Stoker e James Tiptree, Jr., este dedicado a obras de ficção científica ou de fantasia que expandem e exploram a compreensão de gênero.
página no skoob / site oficial 

Um comentário:

  1. O livro tem excelentes referências, tenho a versão normal mas não deixa de ser um belo exemplar.

    ResponderExcluir

Quem é a Livromaníaca?

Meu nome é Tielle, 27 anos, aquariana com ascendente em Gêmeos, amante dos livros e apaixonada por séries e filmes. Tenho minhas fases e dá para acompanhar minhas mudanças pelos anos que passei escrevendo para esse blog. Se não quiser perder mais nada continue comigo nessa jornada.

Facebook

Caixa de Busca

Facebook

últimas resenhas

Youtube


Categorias

Editoras Parceiras

Destaque

[TAG] 50% de 2019

Vários booktubers já responderam essa tag de meio de ano e fiquei muito animada para trazer ela aqui para o blog também. Essa tag con...

Filmes e Seriados

Newsletter

últimas análises

Instagram

Autores parceiros

Posts Populares

Arquivos

Link-me


Copyright

As postagens e fotos feitas aqui no Livromaníaca são de uso exclusivo desse blog. Caso seja postado alguma foto ou informação que não seja de minha autoria será devidamente sinalizado. Não copie nada sem a permissão da autora, lembrem-se que plágio é crime federal.

Estatisticas do blog

No ar desde: Set/2009
Feito por: Tielle Soares
Melhor visualização: Google Chrome
Tecnologia do Blogger.