[resenha] A Última Princesa por Galaxy Craze



A Última Princesa é o primeiro volume de uma série escrita pela autora Galaxy Craze e publicada no Brasil pela editora iD. Contém apenas 248 páginas e uma das capas mais bonitas da minha estante. O segundo volume tinha previsão de ser publicado nos Estados Unidos em 2013 e por aqui nada se sabe, já que de acordo com as últimas notícias a editora não vai mais publicar nada daqui para frente.

Nesse primeiro volume somos apresentados à uma Terra devastada por desastres naturais que duraram exatos Dezessete Dias, que é como os personagens se referem à essa grande mudança em suas vidas e no mundo em que viviam. A energia elétrica não existe mais, somente alguns têm o privilégio de utilizar carros ou ter uma comida saudável na mesa, o que fez com que tudo tenha virado um grande caos.
"Os cientistas disseram que isso foi uma coincidência catastrófica. Os fanáticos, que foi ato de um Deus vingativo, nos punindo por termos poluído o universo Dele. Mas eu apenas me lembrava daquilo como uma das últimas vezes que minha mãe esteve comigo."
Furtos, homicídios e pessoas morrendo de fome se tornou algo cotidiano para a população. Enquanto isso a realeza da Inglaterra ainda tentava manter as velhas tradições e desfrutar do privilégio de sua posição. Eles tinham comida, cavalos, um carro e a guarda real para protegê-los. Pelo menos era o que eles acreditavam. A rainha é morta graças à uma cesta de frutas envenenada entregue por um homem que deseja mais do que tudo o poder e está disposto a qualquer coisa para consegui-lo.

Eliza é a princesa da Inglaterra, sua irmã mais velha Mary está destinada a ser a futura rainha, quando a hora chegar (que pode estar mais perto do que ela imaginava) e Jamie é o filho caçula que enfrenta uma grave doença. Depois da morte da mãe, o rei tenta a todo custo proteger a família que lhe restou mesmo que isso signifique ficar longe deles por um verão inteiro. 

Quando a família está reunida novamente, ainda sentindo a falta da presença da mãe, eles sofrem um ataque do exército do assassino dela, eles tentam proteger a família real à todo custo mas somente Eliza consegue escapar. Jurando vingança ela embarca em um mundo que sempre esteve ao seu redor, mas que ela não reparava ou pelo menos fingia. Fome, frio e o constante medo da morte fazem parte de seu futuro, mas ela está determinada a acabar com o homem que arruinou sua vida.

No final ela descobrirá muito sobre sua própria força e bondade, além de encontrar o amor e tomar difíceis decisões que podem afetar o país todo. E finalmente decidir se a vingança é realmente o que a guiou durante todos os obstáculos de sua jornada.

A narrativa é em 1ª pessoa, do ponto de vista de Eliza o que eu achei super importante para entendermos suas motivações. A leitura fluiu muito bem e terminei o livro em dois dias - na verdade um - decorrente do pequeno número de páginas e também da narrativa da autora que conseguiu me envolver tanto com o enredo do livro. A única coisa que me incomodou foi o final, achei que ficou muito corrido e poderia ter sido melhor desenvolvido.

A personagem conseguiu me surpreender em muitos momentos, estou tão acostumada com livros distópicos onde aquela pessoa boa acaba encontrando seu pior lado quando sua vida fica arruinada que me surpreendi quando Eliza se deparava em algumas situações onde ela decidia ter compaixão e ser tão boazinha, enquanto eu ficava pensando "vai Eliza, mata logo ele...". Quando terminei a leitura e fiz uma análise mental sobre essa experiência, percebi que estou muito sanguinária. Acontece.

Capa do segundo volume da série The Last Princess:



Sobre a autora:

Galaxy Grace é a autora de dois romances: Tiger, Tiger e By The Shore, que foi finalista para o Prêmio Art Seidenbaum do Los Angeles Times como Estreia na Ficção, e venceu o Betty Trask Award na Inglaterra, sua terra natal. Ela mora em Northampton, nos EUA, com seu marido, dois filhos e está trabalhando na sequência de A última princesa, que deve ser lançada na primavera de 2013 nos Estados Unidos, e no Brasil pela Editora iD.


2 comentários:

  1. Que pena que a editora ID entrou em crise e os leitores acabam ficando na mão no caso de séries inacabadas. Vc agora terá que esperar o lançamento em inglês =/ boa sorte!!!
    Mas li sua resenha atentamente e confesso que se a série já estivesse toda lançada eu iria ler com certeza. A cada dia gosto mais de distopias (escrevi sobre isso lá no meu blog, passa lá!!!).
    Parabéns pela leitura e pelo ótimo texto!!!

    P.s1 adorei a nova carinha do seu blog =)
    P.s2 vc está melhor!!!???? Espero que sim.
    P.s3 quando puder comenta lá no blog, saudade de suas palavras.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Adorei sua resenha. Adoro distopias, mas sempre tenho medo do que vou encontrar e com esse não seria diferente, apesar de ficar muito tentada a ler.
    Mas nem vou por na minha lista, já que pelo visto não se tem nem noticias de quando teremos publicação né? Fica complicado, é muito triste esperar uma continuação que nem sabemos se vai acontecer. Espero que alguma outra editora compre os direitos então.

    Beijos
    Fer
    www.matoporlivros.com.br

    ResponderExcluir

Quem é a Livromaníaca?

Meu nome é Tielle, 27 anos, aquariana com ascendente em Gêmeos, amante dos livros e apaixonada por séries e filmes. Tenho minhas fases e dá para acompanhar minhas mudanças pelos anos que passei escrevendo para esse blog. Se não quiser perder mais nada continue comigo nessa jornada.

Facebook

Caixa de Busca

Facebook

últimas resenhas

Youtube


Categorias

Editoras Parceiras

Destaque

[TAG] 50% de 2019

Vários booktubers já responderam essa tag de meio de ano e fiquei muito animada para trazer ela aqui para o blog também. Essa tag con...

Filmes e Seriados

Newsletter

últimas análises

Instagram

Autores parceiros

Posts Populares

Arquivos

Link-me


Copyright

As postagens e fotos feitas aqui no Livromaníaca são de uso exclusivo desse blog. Caso seja postado alguma foto ou informação que não seja de minha autoria será devidamente sinalizado. Não copie nada sem a permissão da autora, lembrem-se que plágio é crime federal.

Estatisticas do blog

No ar desde: Set/2009
Feito por: Tielle Soares
Melhor visualização: Google Chrome
Tecnologia do Blogger.