Resenha: Gênese Pagã - Simone O. Marques


Autor: Simone O. Marques
Nome Original: Gênese Pagã
Editora: Biblioteca 24x7
Nº de Páginas: 264
Compare Preços
logo Skoob

Numa época onde os cristãos são totalmente intolerantes com outras religiões três gerações de mulheres lutam para manter seus costumes e crenças escondidos mas não esquecidos pois senão seriam condenadas e mortas por serem consideradas bruxas ou/e hereges.

As três são: Gleide, que é a mais velha e portanto aquela que serve como líder. Infelizmente ela é bem fria quanto à tudo, todos os problemas são resolvidos com praticidade; Adele, é o contrário da mãe, além de ser romântica também tem seus princípios quanto a ser fiel ao seu falecido marido e finalmente Daniele que nasce no meio da mata quando estão sendo caçados por cristãos ensandecidos, tem uma missão em seu destino e consegue ser o perfeito equilíbrio entre as personalidades de sua mãe e de sua avó.

A luta das três pela sobrevivência é tocante, mas elas tem ajuda do mais impensável personagem, Diogo Couto é um nobre cristão e se sente culpado pelo que seu pai e irmão fazem com as pessoas que pensam diferente de sua religião. Ele portanto é considerado um fraco por sua família. E no meio daquela confusão acaba sendo protetor delas. Claro que ele se apaixona por Adele e segue com ela por essa aventura.

Achei interessante o modo como os personagens agem, cada um com sua personalidade. Fiquei com raiva de Gleide em alguns momentos, mas sei que é o que ela achava necessário para a sobrevivência das três.

A narrativa da autora flui facilmente e não tem muitos rodeios, é o tipo de história que você se apega aos personagens mesmo com seus defeitos e se vê torcendo por eles. Ainda bem que ganhou nova edição, pois a diagramação não está nada boa e o livro merecia uma capa mais chamativa e mais capricho.

Esse é o primeiro volume de uma série e ganhou uma nova edição que além de ganhar mais 100 páginas também ganhou um prólogo, e a capa também mudou olha só que linda a nova:


Sobre a autora:

Formada em Pedagogia e Mestre em Educação, escreve desde 2007, deixou de lecionar para se dedicar à escrita de ficção e fantasia. Tem vários livros e contos publicados.

10 comentários:

  1. Parece ser um livro emocionante mesmo.
    Concordo com a primeira capa, não gostei. A segunda tá linda!
    Ótima terça pra vc! bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bom?
    Parabéns pela resenha!
    Amei a segunda capa e não conhecia, mais me deixou querendo ler rs! Um beijo.
    Me Visita? http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu já li um livro da Simone, que foi Agridoce, gostei demais e tenho muita vontade de ler mais coisas dela, vou até me inscrever no book tour que ela tá organizando, esta autora é ótima.

    Vanessa - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda! É um livro lindo mesmo e a segunda capa faz jus a história! ^^ Ótima terça para você também!

    Giih, que bom que despertou o seu interesse, merece ser lido! ^^
    bj

    Vanessa, eu só li esse livro da autora e espero poder ler outros.. tenho muito interesse em Agridoce.. quem sabe mais pra frente eu não o leia! ^^

    Obrigada por comentarem meninas! Beijinhos =)

    ResponderExcluir
  5. Oiii, a primeira capa me dá um medinho, tenho um certo pavor á esses tipos de imagem, mas a segunda, gente, tá perfect...

    Beijinhos da Táta

    http://umdiaacadalivro.blogspot.com.br/
    @umdiaacadalivro

    ResponderExcluir
  6. Quando vi o nome e a capa nem reconheci, pq já conheci como Paganus e com essa capa que é mais bonita. Adorei sua resenha sobre esse livro, parabéns!!!
    Já tenho ele na minha estante mas ainda não consegui ler, mas ainda esse ano vou lê-lo. bjos

    ResponderExcluir
  7. Táta, eu também fiquei com medinho dessa primeira capa... kkkk mas a história é bem leve, a segunda é mais fiel ao livro ^^

    Aline, leia sim pois vale a pena! E se você tem com a segunda capa é melhor ainda, porque foi melhorado e talz.. *-*

    Beijinhos e obrigada por comentarem! =*

    ResponderExcluir
  8. Como pagã eu fico bastante ofendida quando as pessoas se referem a unica religião verdadeira, ou unico deus ou qualquer coisa do genero (sim, ainda existem pessoas assim nos dias de hoje o_O). Nao que eu ache q todos devam ter a mesma religião, mas apenas q as pessoas nao devam julgar.

    Particularmente eu nao gosto do cristianismo, mas nasci e fui educada nessa religião, assim como batizada e fiz a primeira eucaristia, então sei do que eu to falando, entende? xD

    Enfim, livros com essa 'pegada pagã' muito me interessam e ele já estava na minha listinha de desejados...

    ResponderExcluir
  9. Acapa anterior era meio sem graça mas essa nova tá muito linda! Fiquei com vontade de ler, acho que nunca li um livro sobre esse tema.
    Beijos
    Raiana - Território Pop

    ResponderExcluir
  10. Parece que o livro tem uma temática forte, fiquei com vontade de ler também ^^

    Vou por na lista - já gigante de - Vou Ler *-*

    ResponderExcluir

Quem é a Livromaníaca?

Meu nome é Tielle, 27 anos, aquariana com ascendente em Gêmeos, amante dos livros e apaixonada por séries e filmes. Tenho minhas fases e dá para acompanhar minhas mudanças pelos anos que passei escrevendo para esse blog. Se não quiser perder mais nada continue comigo nessa jornada.

Facebook

Caixa de Busca

Facebook

últimas resenhas

Youtube


Categorias

Editoras Parceiras

Destaque

[TAG] 50% de 2019

Vários booktubers já responderam essa tag de meio de ano e fiquei muito animada para trazer ela aqui para o blog também. Essa tag con...

Filmes e Seriados

Newsletter

últimas análises

Instagram

Autores parceiros

Posts Populares

Arquivos

Link-me


Copyright

As postagens e fotos feitas aqui no Livromaníaca são de uso exclusivo desse blog. Caso seja postado alguma foto ou informação que não seja de minha autoria será devidamente sinalizado. Não copie nada sem a permissão da autora, lembrem-se que plágio é crime federal.

Estatisticas do blog

No ar desde: Set/2009
Feito por: Tielle Soares
Melhor visualização: Google Chrome
Tecnologia do Blogger.